RIBEIRÃO PRETO ENFRENTA NOVA DOENÇA – MAYARO TRANSMITIDA POR MOSQUITO

Semelhança entre Mayaro e Chikungunya é alerta para médicos e sociedade

Pesquisas indicam que o vírus mayaro está circulando no Rio de Janeiro e no interior de São Paulo. Doença é transmitida pela picada de mosquito Haemogogus janthinomys, que vive na mata, ele transmite a febre de Mayaro. A Preocupação é que ele possa se adaptar e ser transmitido também pelo Aedes aegypti.

MAYARO

  • Transmissão: picada do Haemagogus janthinomys
  • Proliferação: copa de árvores; mata
  • Sintomas: febre alta (acima de 38ºC); dor de cabeça; dor muscular; dor e inchaço nas articulações; manchas no corpo
  • Duração: até 15 dias
  • Complicações: encefalite; artrite crônica
  • Prevenção: evitar a proliferação do mosquito; evitar área de mata
  • Vacina: não tem

A PREVENÇÃO

Ainda não existe uma vacina. Para fugir do problema, você deve evitar a picada de mosquitos infectados. Como?

Evite frequentar áreas de mata sem proteção, principalmente na primavera e no verão, quando o vetor é mais ativo. Repelentes e roupas compridas ajudam bastante, telas mosquiteiro nas portas e janelas de sua residência e escritório. Além disso, sempre cabe eliminar locais de água parada para impedir a proliferação do Aedes aegypti. Quanto menor a concentração dele, menor a probabilidade do vírus Mayaro ganhar espaço nas cidades.

Fontes: Instituto Oswaldo Cruz e Ministério da Saúde.

Fonte: G1- 25/05/2019 19h50. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s