Após picada de escorpião, criança é internada em Ribeirão.

Mais uma criança vítima da picada de escorpião em Ribeirão Preto. A menina de 9 anos foi encaminhada para a unidade de emergência do HC de Ribeirão Preto, no último final de semana (12).

A menina mora na comunidade da Locomotiva. Segundo apuração da EPTV, ela foi picada pelo escorpião amarelo, a espécie mais perigosa, que é comum em Ribeirão Preto. O ataque aconteceu no último domingo (12).

O hospital não informou o estado da saúde da criança.  

Outros casos  

Nos últimos meses, duas crianças perderam a vida após sofrerem acidentes com escorpiões em Ribeirão Preto. No último dia 31 de agosto, morreu um menino de 4 anos, após complicações causadas pela picada. Em julho, a vítima foi uma menina de 3 anos de idade.  

Até o final de agosto, Ribeirão Preto havia confirmado 846 acidentes envolvendo escorpiões. De acordo com relatos, as crianças que perderam a vida foram picadas no momento em que brincavam com tijolos.

Prefeitura de Ribeirão Preto divulgou número de acidentes com escorpiões em 2021

Ribeirão Pre­to já registra 846 ocorrências envolvendo escorpiões entre 1º janeiro e 15 de julho deste ano, média de quatro ataques por dia, um a cada seis horas. Este número representa 48,2% do total de 2020, de 1.756 – quase cinco a cada 24 horas.

No ano passado, foram 357 casos a mais que os 1.399 de 2019 – quase quatro por dia –, alta de 25,5%. Na última dé­cada, entre 2011 e 2020, Ri­beirão Preto registrou 5.183 ataques de escorpião, mais de um por dia. São 3.155 so­mente nos dois últimos anos, 60,9% do total. Entre 2009 e o último dia 15 de julho já são 5.581 ocorrências.

Os dados foram divulgados pela Divisão de Vigilância Epi­demiológica da Secretaria Mu­nicipal da Saúde (SMS), com base no Sistema de Informa­ção de Agravos de Notificação (Sinan Net). Os dados anterio­res a 2020 foram enviados ao Tribuna pela pasta no final de agosto do ano passado e não foram atualizados.

“Os escorpiões gostam de locais úmidos e escuros. Durante o dia, eles procuram abrigo nesses locais. Eles ficam em lugares como caixa de esgoto, tijolo, locais com acúmulo de entulho e madeira. É importante a gente manter os quintais sempre limpos, evitar o acúmulo de materiais de construção e vedar todas as frestas nas paredes”, detalhou a bióloga Roberta Azevedo ( que trabalha na DVAS -Vigilância Ambiental em Saúde de Ribeirão) em entrevista à rádio CBN Ribeirão.

“Picadas de escorpião doem muito. Geralmente essas picadas ocorrem nas extremidades mãos e pés. Os principais sintomas seriam uma sudorese intensa, taquicardia e vômito. Sempre que a criança reclamar, é necessário leva-la para a unidade de saúde mais próxima”, finalizou Roberta. (Com CBN Ribeirão)

O Ministério da Saúde recomenda examinar calçados e roupas pessoais, lençóis e toalhas antes de usar, afastar camas das paredes e não acumular lixo orgânico, material de construção ou entulho no quintal ou calçada. Vedar com telinhas para janela, telas mosquiteiro também nas portas, vedar as frestas e buracos em paredes, assoalhos e forros, utilizar rodos vedantes em portas, janelas e ralos ajuda a manter os escorpiões longe de casa.

Fonte: A cidade On, Tribuna, Bebê Abril.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s